BR TURISMO | Corrida 1: Gustavo Myasava vence em Curitiba

O piloto paranaense quase foi atingido em incidente logo no começo da prova

Gustavo Myasava levou para casa o troféu de vencedor da corrida de Pinhais. O piloto do carro 117 foi oportunista e aproveitou a chance para subir ao lugar mais alto do pódio nesse sábado (1) no Autódromo Internacional de Curitiba.

No meio da confusão de carros que se espalharam para poder disputar a primeira freada, aconteceu o inevitável. ogo na primeira curva houve um um enrosco no pelotão intermediário e dois carros ficaram na caixa de brita. Enquanto isso o pole Rafael Reis aproveitou para manter a liderança. O piloto já abria vantagem quando na volta seguinte Pedro Saderi rodou na segunda perna do S de alta com o 777 e abandonou a corrida provocando a entrada do SC, tempo para Gabriel Robe aproveitar para fazer reparos nos pits.

Na relargada na volta sete, Vitor Baptista tentou mergulhar na freada do final da reta por dentro Gustavo Myasava na disputa pela 3ª colocação, mas exagerou e acabou acertando o 2º colocado, Gaetano di Mauro.

Enquanto isso, Renato Braga levava o seu 555 para pagar um drive through por queimar a largada. A volta 11 ainda traria a bela disputa entre Giulio Borlenghi e Gustavo Frigotto. A batalha durou mais três voltas até o piloto da RKL Motorsports ultrapassando o rival na freada no S de baixa.

Pouco antes da abertura dos boxes, Tuca Antoniazzi rodou, foi para a área de escape mas conseguiu voltar para a prova. Gaetano di Mauro e Antonio Matiazzi foram os primeiros a fazer as paradas, seguidos na volta seguinte por vários pilotos do pelotão da frente, entre eles o líder Raphael Reis.

Já em segundo lugar, Gustavo Myasava parou na volta seguinte e na saída dos boxes voltou logo atrás de Reis. Porém, bastou ao vice-líder da prova ter um pouco de paciência para na volta 17, se aproveitar do erro de Reis para fazer a ultrapassagem e tomar a ponta. O piloto da W2 Racing ainda tentou dar o troco no final da reta, sem sucesso.

A prova ainda reservou alguns lances para as últimas voltas no pelotão de trás. Giulio Borlenghi escapou na curva da vitória e ficou atolado na caixa de brita. Além disso, Gustavo Frigotto apareceu com o pneu dianteiro direito furado, espalhando muitos detritos na pista.

Foi aí que o momento mais inusitado da corrida aconteceu. A duas voltas da bandeirada, o Safety Car voltou para a pista e Gustavo Frigotto permaneceu na pista. Já sem o pneu dianteiro direito danificado, literalmente se arrastou sobre o que sobrou da roda num festival pirotécnico de faíscas.

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Pódio Corrida 1 Campeonato Brasileiro de Turismo 2017 – Curitiba

Ele ainda conseguiu abrir a última volta, mas foi só contornar o S de baixa do final da reta para começar um incêndio do lado direito do carro. O piloto deixou o carro na grama e saiu assustado, mas sem maiores consequências.

Passado o susto, Gustavo Myasava foi guiado pelo Carro de Segurança até a bandeirada. Completaram o pódio Raphael Reis, Luca Milani, Marco Cozzi e Pietro Rimbano. A segunda corrida do Campeonato de Turismo 2017 acontece às 8h deste domingo, 2 de julho.

*O jornalista viajou à convite da @petrobras

Related posts

Leave a Comment