Bugatti Veyron ganha versão limitada Black Bess


A Bugatti apresentou durante o Salão de Pequim mais um modelo da série Les Légendes de Bugatti, que presta homenagens a personagens importantes na história da marca francesa – entre eles, o piloto Jean-Pierre Wimille, o escultor Rembrandt Bugatti (irmão do fundador da marca, Ettore), o designer Jean Bugatti (filho de Ettore), e o aviador e piloto de corrida Bartolomeo “Meo” Costantini. Quinto elemento de um total de seis, o Black Bess é uma referência ao Bugatti Type 18, carro dos anos 20 considerado um dos mais rápidos de seu tempo.

Pintado em preto, o Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse Black Bess traz detalhes em dourado na grade, enquanto o símbolo da marca na traseira e a grade são banhados a ouro. Na cabine, referências ao Type 18 estão grafadas no revestimento interno das portas.Todos os modelos da série Les Légendes de Bugatti são baseados no Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse, o que significa serem equipados com um motor 8.0 de 16 cilindros, de 1.200 cavalos de potência e 153 kgfm de torque – segundo a marca, o superesportivo vai de 0 a 100 km/h em apenas 2,6 segundos, enquanto a velocidade máxima de 408,84 km/h faz do modelo o mais veloz carro de produção do mundo.
Serão apenas três carros produzidos, cada um com etiqueta de 2,15 milhões de euros (aproximadamente R$ 6,6 milhões).

Bugatti Veyron Black Bess (Foto: Divulgação)
Bugatti Veyron Black Bess (Foto: Divulgação)

Related posts

Leave a Comment