F1 | Confira o resultado do Segundo Treino Livre do GP da Áustria

Lewis Hamilton foi o mais rápido no corre-corre do “treino Cascão” para o GP da Áustria.

A segunda sessão de treino livre começou movimentada. Com medo dos 80% de chance de chover, todo mundo foi para pista buscando o máximo de desempenho. O traçado do Red Bull Ring exige carros mais soltos, buscando maior velocidade em reta e por isso são frequentes as rodadas e saídas de pista.

Andando no limite, foram várias as escapadas, com destaque para Raikkonen, Magnussen e Ericsson. Nesse panorama, os primeiros 15 minutos trouxeram Valtteri Bottas com o melhor tempo. O piloto da Mercedes cravou 1:05.700 calçando pneus supermacios.

A maioria foi para a pista com pneus vermelhos, com raras exceções. Raikkonen e Massa optaram por trabalhar com os pneus médios de tarja amarela. E enquanto Daniel Riccardo seguia com pneus “fúscia” (roxo mesmo, vai) ultramacios, Verstappen aparecia emburrado nos boxes com problemas de freio no carro da Red Bull. A sina do holandês parece mesmo ser a de um verdadeiro teste de paciência na temporada 2017.

Os treinos ainda brindaram o telespectador com uma tocada bem interessante do canadense Lance Stroll, que brigava com o carro nas curvas de alta do circuito, escapando de traseira a todo tempo, no melhor estilo touro bravo. E a exemplo do que aconteceu na primeira sessão, a tabela revelava novamente a McLaren no top 10, com Alonso em 6º e Vandorne em 7º.

Passada a correria inicial dos primeiros 25 minutos, o movimento em pista diminuiu e também os tempos de voltas no topo da lista. Bottas havia baixado um décimo a melhor marca usando pneus ultramacios, assim como Vettel, que tomou a posição do finlandês. Logo em seguida, o piloto da Mercedes conseguiu fazer o que já tinha ameaçado na volta anterior, rodou ao tentar melhorar o tempo.

No fechamento da primeira meia hora foi Lewis Hamilton quem apareceu para tomar a liderança, também calçando pneus ultra aderentes. Max Verstappen finalmente foi para a pista e devorou o asfalto para cravar a quarta marca, deixando para trás seu companheiro de equipe.

Kvyat, Ericsson, Massa, Stroll, Grojean, Verstappen e Stroll (que continuava brigando com o carro) forçavam o ritmo e continuavam explorando os lotes nos arredores do circuito.

A imagem foi buscar então um Fernando Alonso com macacão amarrado na cintura, conversando com a equipe enquanto olhava para sua McLaren sem o assoalho sobre os cavaletes.

A Renault seguia sumida e amargando as últimas posições. Jolion Palmer andou o tempo todo com pneus médios, mas Nico Hulkenberg escalou a tabela e apareceu com o oitavo melhor tempo para tentar salvar a dignidade do time francês. Foi aí também que a McLaren conseguiu ajustar o carro de Fernando Alonso e viu o espanhol pular para a sexta posição.

Faltando 40 minutos de treino os pilotos começaram a dar preferência ao acerto do carro em configuração de corrida. Mesmo assim, as saídas de pista continuaram. Carlos Sainz que o diga. O espanhol abusou na penúltima curva do Red Bull Ring, quase perdeu o controle e foi para a área de escape além da zebra, mas ao voltar, passou pela grama e acertou o carro no desnível entre a grama e a parte concretada, danificando o assoalho do carro e dando fim à sua participação na sessão. Porém, o campeão da modalidade rally no TL2 foi Marcus Ericsson. O sueco levou sua Sauber para passear pelos campos austríacos por cinco vezes em toda a sessão. A equipe Suíça, aliás, foi 1 segundo mais lenta do que os outros times.

O happy hour dos 10 últimos minutos abriram com Daniil Kvyat indo para os boxes com superaquecimento nos freios traseiros e a a Todo Rosso encerrou seus trabalhos. Fernando Alonso também apareceu mais uma vez, mas vendo o mundo ao contrário no miolo da pista. No apagar das luzes, Sérgio Perez, Pascal Wehrlein e Romain Grosjean também foram conferir como estavam os arredores do traçado.

E assim terminou a sessão, com Lewis Hamilton com o melhor tempo e recorde da pista até o momento, 1:05.483, seguido por Sebastian Vettel e Valtteri Bottas. O terceiro treino livre para o GP da Áustria de Fórmula 1 acontece às 6h de sábado e a classificação será às 9h com transmissão ao vivo pelo SporTV2.

Pos Piloto Nac Tempo Dif Equipe / Motor Voltas
1 44 Lewis Hamilton ING 1:05.483   Mercedes 30
2 5 Sebastian Vettel ALE 1:05.630 +0.147 Ferrari 50
3 77 Valtteri Bottas FIN 1:05.699 +0.216 Mercedes 41
4 33 Max Verstappen HOL 1:05.832 +0.349 Red Bull / Tag Heuer* 33
5 3 Daniel Riccardo AUS 1:05.873 +0.390 Red Bull / Tag Heuer* 27
6 7 Kimi Räikkönen FIN 1:06.144 +0.661 Ferrari 54
7 20 Kevin Magnussen DIN 1:06.591 +1.108 Haas / Ferrari 43
8 14 Fernando Alonso ESP 1:06.732 +1.249 McLaren / Honda 27
9 27 Nico Hulkenberg ALE 1:06.735 +1.252 Renault 42
10 8 Romain Grosjean FRA** 1:06.763 +1.280 Haas / Ferrari 52
11 31 Esteban Ocon FRA 1:06.849 +1.366 Force India / Mercedes 50
12 2 Stoffel Vandoorne BEL 1:06.859 +1.376 McLaren / Honda 37
13 26 Daniil Kvyat RUS 1:06.906 +1.423 Toro Rosso / Renault 34
14 19 Felipe Massa BRA 1:07.065 +1.582 Williams / Mercedes 50
15 55 Carlos Sainz ESP 1:07.100 +1.617 Toro Rosso / Renault 24
16 18 Lance Stroll CAN 1:07.468 +1.985 Williams / Mercedes 46
17 11 Sergio Perez MEX 1:07.509 +2.026 Force India / Mercedes 41
18 30 Jolyon Palmer ING 1:07.623 +2.140 Renault 7
19 94 Pascal Wehrlein ALE 1:08.782 +3.299 Sauber / Ferrari 49
20 9 Marcus Ericsson SUE 1:08.870 +3.387 Sauber / Ferrari 51
* motor Renault rebatizado como Tag Heuer
** piloto suíço com licença de pilotagem francesa

Related posts

Leave a Comment