STOCK CAR | Curitiba 2017: Resultado da Corrida do Milhão

Daniel Serra largou na pole position, chegou a ser ultrapassado, mas chegou em primeiro em Pinhais.

Reportagem/imagens: Tiago Viegas

A Stock Car conheceu seu novo milionário na prova disputada neste domingo (2) no traçado de Pinhais, em Curitiba. Daniel Serra levou para casa o prêmio da corrida mais badalada da categoria, válida pela 5ª etapa da Stock Car 2017. A corrida deste domingo (2) aconteceu sob o intenso frio que assolou a manhã no Autódromo Internacional de Curitiba, mas não faltou emoção durante a prova.

 

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Pilotos se alinham para a largada da Corrida do Milhão

Já na primeira volta, logo após a largada, Antônio Pizzonia passou com o carro pela grama, não conseguiu frear e acertou Valdeno Brito e Daniel Navarro. Para tentar escapar da confusão, Vitor Genz usou a área de escape do “S” de baixa para passar por fora da curva. Enquanto isso, Thiago Camilo perseguia Daniel Serra, os companheiros de equipe Cacá Bueno e Marcos Gomes batiam dividiram a curva após a reta oposta. Na saída da curva, Gomes acabou saindo da pista e perdeu posições.

As disputas seguiam no pelotão intermediário, com uso abundante dos pilotos do botão push-to-pass, tanto para ultrapassar como para se defender de eventual ataque. Algumas batalhas chamaram mais atenção, como a do “trenzinho” formado pela dupla da equipe Shell Racing. Ricardo Zonta perseguia Átila Abreu bem de perto. Porém, antes da abertura dos boxes, o paranaense acabou passando um pouquindo do ponto na aproximação da curva um, perdeu a tangente e fez uma passagem por fora da curva.

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Daniel Serra liderou com tranquilidade a maior parte da prova

Na abertura de box, todos os pilotos eram obrigados a trocar pelo menos dois pneus por força do regulamento da Corrida do Milhão. Entre os pilotos da ponta, o líder Daniel Serra fez sua parada na primeira volta de boxes abertos. A troca correu bem, mas no retorno à pista, ainda com os pneus frios, bloqueou as rodas na freada e escapou no “S” de baixa, perdendo tempo precioso que havia construído de vantagem sobre o segundo colocado.

Foto: Tiago Viega/Linha de Chegada
Trabalho intenso na janela de parada para troca obrigatória de pneus

Ainda na janela de paradas, o segundo capítulo do drama vivido pela equipe Shell Racing tomou corpo. Na saída do pit-stop, Ricardo Zonta acabou atropelando a roda traseira esquerda que seria colocada no carro de Galid Osman, que estava no box da Ipiranga Racing logo em frente. O mesmo aconteceu entre a Eisenbahn Racing Team e a Full Time Sports. Após sua parada, Victor Genz acertou a roda preparada para o carro de Rubens Barrichello.

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Thiago Camilo volta dos boxes à frente de Daniel Serra

Thiago Camilo seguia na pista e foi um dos últimos a fazer a parada. O piloto da Ipiranga Racing conseguiu voltar à frente de Serra, mas ainda com pneus frios, viu o piloto do carro 29 se aproximar com mais segurança da curva um e colar na traseira do carro 21. Com maior aderência, Serra colocou por dentro na saída da curva e recuperou a liderança, de onde não sairia mais até a bandeirada.

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Daniel Serra comemora a vitória da 8ª Edição da Corrida do Milhão

A corrida seguiu até as últimas voltas com algumas disputas interessantes. Entre elas, destaque para bela manobra de Bia Figueiredo, que aproveitou a freada no final da reta para fazer bela ultrapassagem sobre Antônio Pizzonia. A surpresa final ficou guardada para as duas últimas voltas. Foi quando o segundo colocado e então líder do campeonato, Thiago Camilo, apareceu lento no miolo da pista de Curitiba e abandonou. Vários outros pilotos enfrentaram o mesmo problema, que foi também o capítulo final da corrida de Átila Abreu e Ricardo Zonta, na última volta da prova.

Assim, Daniel Serra cruzou a linha de chegada com tranquilidade para faturar o prêmio de 1 milhão de Reais dados ao vencedor da Corrida do Milhão. Marcos Gomes e Cacá Bueno completaram o pódio. Daniel Serra, subiu ao degrau mais alto do pódio para receber o troféu do campeão da corrida especial da Stock Car e também o troféu Ayrton Senna. Além disso, agora possui o anel de vencedor da etapa, que foi entregue pelo ex-jogador e campeão olímpico Giba.

Horas após a corrida, a direção de prova anunciou punição para os pilotos Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport), Rafael Suzuki (Cavaleiro Racing)  e Antônio Pizzonia (Prati-Donaduzzi). Casagrande e Suzuki tiveram 20 segundos acrescidos aos tempos finais de corrida enquanto Pizzonia foi desclassificado devido ao acidente ocorrido logo no começo da prova.

Foto: Tiago Viegas/Linha de Chegada
Barrichello e Casagrande. O maior beneficiado e o mais prejudicado após as punições

Assim, Rubens Barrichello herdou a quarta posição e ainda sonha com o título. Já o piloto da Vogel Motorsport caiu de quarto para nono na tabela oficial da corrida de Curitiba, quinta etapa da temporada.

Com o resultado, Daniel Serra assumiu a liderança da competição com 142 pontos, abrindo 16 de vantagem sobre Thiago Camilo. A próxima etapa da Stock Car 2017 será no dia 23 de julho, no Circuito dos Cristais, em Curvelo-MG.

 

 

Confira a Classificação Final da Corrida do Milhão 2017, disputada em Curitiba:

1. Daniel Serra – 29 voltas completadas
2. Marcos Gomes – a 2s696
3. Cacá Bueno – a 16s086
4. Rubens Barrichello – a 18s576
5. Julio Campos – a 23s144
6. Max Wilson – a 23s545
7. Cesar Ramos – a 34s041
8. Vitor Genz – a 36s378
9. Gabriel Casagrande – a 37s981
10. Guilherme Salas – a 39s778
11. Betinho Valério – a 40s425
12. Valdeno Brito – a 43s616
13. Marcio Campos – a 44s106
14. Diego Nunes – a 50s729
15. Beto Monteiro – a 52s438
16. Bia Figueiredo – a 1m13s217
17. Ricardo Mauricio – a 1 volta
18. Allam Khodair – a 1 volta
19. Felipe Fraga – a 1 volta
20. Átila Abreu – a 1 volta
21. Galid Osman – a 1 volta
22. Ricardo Zonta – a 1 volta
23. Thiago Camilo – a 2 voltas
24. Rafael Suzuki – a 2 voltas
25. Guga Lima – a 2 voltas
26. Lucas Foresti – a 3 voltas
27. Felipe Lapenna – a 28 voltas
28. Tuka Rocha – a 29 voltas
29. Sergio Jimenez – a 29 voltas
30. Denis Navarro – a 31 voltas
31. Antonio Pizzonia – Desclassificado

 

*O jornalista viajou a convite da @petrobras

Related posts

Leave a Comment